quarta-feira, 28 de abril de 2010

Agenda da Semana


Esta semana, a agenda de Blues em Recife deu uma movimentada, uma mexida, mas tem muita coisa boa rolando no circuitinho pra quem quer sacar uma blueseira instigada.

A Quarta começa com os tradicionais Rodigo Morcego no Caravela's e Black Cat Bone no Banquete.

Black Cat Bone toca também na Sexta, excepcionalmente no Caravela's, fazendo o Happy Hour.

Bruno Cafo e sua Hoochie Coochie Band, tão agitando umas datas novas por aí.

A Comando Delta, manda sua blueseira no Sábado, no Bar Novo Pina.

E na próxima Segunda, tem mais Recife Blues Sessions no Casa da Moeda, com pequenas reformulações, como havíamos comentado anteriormente. A primeira edição ocorreu num astral incrível, apesar de público enxuto que só chegou por lá mesmo por volta das 22:00hs. Sendo assim, de comum acordo com os músicos presentes (e os que não estavam presentes também), ficou acertado que o melhor horário, mesmo sendo numa Segunda-Feira, é mesmo 22:00hs, mesmo assim começando cedo, e terminando por volta da meia-noite, ou um pouquinho mais.Nesta próxima Segunda, temos mais presenças confirmadas para a Jam Session. O quadrinho negro foi mesmo a sensação desta primeira movimentação, com participação de uma moçada bacana que chegou por lá empunhando guitarra e baixo, e a participação de Cinthia (ex-vocal da banda Estrógeno) mandando umas da Janis Joplin e Led Zeppelin.

Bora chegar junto.....

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 28 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

Rodrigo Morcego
Local: Caravelas
Dia/Hora: 28 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00


Comando Delta
Local: Casa da Moeda
Dia/Hora: 20 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: R$3,50

Bruno Cafo (Black Cat) e Marquinhos (Comando Delta) Acústico
Local: Inauguração do novo galpão da empresa Jaquelog na Imbiribeira
Dia/Hora: 29 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua Sargento Silvino Macedo 481, Imbiribeira
Entrada: Grátis

Comando Delta
Local: Novo Pina
Dia/Hora: 01 de maio/22:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: Não Informado

Catherine e Contrabanda
Local: Bar Casa da Moeda
Dia/Hora: 02 de Maio/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda, Recife Antigo
Entrada: R$3,50

Hoochie Coochie Band
Local: Curupira
Dia/Hora: 02 de Maio/16:00hs
Endereço: UFRPE
Entrada: R$3,00

Recife Blues Sessions
Local: Casa da Moeda
Dia/Hora: 03 de Maio/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: R$5,00 (R$2,50 músicos)

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Começa o Recife Blues Sessions


 Enfim, nesta Segunda-Feira, 26 de Abril, naquele velho happy-hour, por volta de 20:00hs, começam as Recife Blues Sessions, lá no Casa da Moeda, na Rua da Moeda.

Se você acompanha o blog Recife Blues, já tá careca de saber do que se trata, mas se não sabe, saiba tudo neste link.

Se você é fã da cena de Blues da cidade, ou vai chegar por lá pra tirar um som com a gente, essa é a hora de dar aquela espalhada pros amigos, e chamar uma galera pra chegar por lá.

Aos que tocam Blues, lembramos que este será um espaço de interação, troca de experiências, um point para que músicos se encontrem, formem bandas, proponham shows juntos, e todas aquelas coisas que precisamos fazer para reforçar a cena e o interesse do público em geral.

Aos que gostam de Blues, taí uma chance de ver o Blues com novos olhos. A banda da casa, a joint Recife Blues, é formada por uma moçada tarimbada que vai pra lá na vibe de dividir o palco, dividir músicas e começar a noite em clima de confraternização.

Os próprios "ensaios"  já estão rolando neste clima, pois a banda é formada por um time de músicos que privilegia o grupo, e não talentos individuais.São três vocalistas dividindo a posição de "frontman" da banda (Rico, Alexandre e Fred), e além disso todos arranham mais um instrumento, o que vai gerar algumas jams já dentro da própria banda, sem paraquedas, e mantendo a idéia maior do Blues, de se divertir tocando e divertir a platéia.

Ligue pro cunhado, grude um cartaz na porta do vizinho, ou simplesmente dá uma espalhada nesse flyer aí pra a gente.

O Recife Blues agradece!

Nos vemos por lá!

Final e Começo de Semana Blueseiros


 Nesta Sexta-Feira, 23 de Abril, a Midnight Man faz jornada dupla, tocando no happy hour do Caravela's e substituindo Rodrigo Morcego excepcionalmente na noitada do Burburinho.

Comando Delta assume as Sextas do Casa da Moeda e os Sábados do Novo Pina.

Domingo, tem Bruno Cafo e sua nova Hoochie Coochie Band lá no Curupira.

Segunda, estréia o Recife Blues Sessions no casa da Moeda, e todos, todos mesmo, estão convocados para chegar por lá.

Se liga na programação:

Midnight Man
Local: Caravelas
Dia/Hora: 23 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00



Midnight Man
Local: Bar Burburinho
Dia/Hora: 23 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua Tomazina
Entrada: R$7,00

Comando Delta
Local: Casa da Moeda
Dia/Hora: 23 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: R$3,50

Comando Delta
Local: Novo Pina
Dia/Hora: 24 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: Não Informado

Catherine e Contrabanda
Local: Bar Casa da Moeda
Dia/Hora: 25 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda, Recife Antigo
Entrada: R$3,50

Hoochie Coochie Band
Local: Curupira
Dia/Hora: 25 de Abril/16:00hs
Endereço: UFRPE
Entrada: R$3,00

Recife Blues Sessions
Local: Casa da Moeda
Dia/Hora: 26 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: R$5,00 (R$2,50 músicos)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

The Legendary Tigerman em Recife


(ops... ATUALIZAÇÃO: Informações cruzadas por aqui... Esta programação está chegando para nosso email, está publicada também am alguns sites grandes, mas recebemos alguns emails e comentário acusando que este show estaria cancelado, pois realmente não está no site do APR. Sendo assim fica o post como referência ao artista, pelo menos... Que pena para quem se empolgou :D)

O Blues tem várias faces, nem sempre reconhecidas pelas cenas tradicionalistas, mas nem por isso menos instigantes, estimulantes. Um destes casos é a banda portuguesa The Legendary Tigerman, que segue a linha de Blues Contemporâneo, de gente como The Cramps, White Stripes, Black Keys.

Em alguns momentos, assim como fazem Eric Clapton, BB King e outros, os Tigerman seguem o caminho do Pop, pra tentar colher algum cacau, mas seu trabalho de Blues é estimulante e criativo.

A moçada já esteve por aqui em outras edições do Abril Pro Rock, e desta vez, se apresentam no APR Club, um espaço alternativo do festival que rola na Rua do Apolo.

Quer pincelar sua mente blueseira com novos elementos? Bora pra lá, nesta Quinta-Feira, 22 de Abril.

Saiba mais de Legendary Tigerman em http://www.myspace.com/thelegendarytigerman 

(Não deixe o MySpace deles sem ouvir Walking Downtown, que é uma boa síntese do que chamamos Blues Contemporâneo, fortemente influenciado pelo verdadeiro Roots Blues de Howling Wolf e John Lee Hooker, apesar da eletrônica, bem diferente da cena tradicional do Blues, que se distanciou bastante daquela sonoridade roots apesar de manter os instrumentos tradicionais. Prometo postar boas sacadas nesta vibe por aqui em breve, na seção Observatório do Blues)

Legendary Tigerman (Cancelado (???))
Local: APR Club
Dia/Hora: 22 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua do Apolo
Entrada: R$20/R$15(social)/R$10(meia)

Programação Especial na Véspera do Feriado


 A moçada que toca Blues pelas noites de Recife, está com uma agenda especial pra aproveitar a vibe do feriado, e fazer da Terça-Feira, 20 de Abril, uma noite "valendo o boi"...

Rodrigo Morcego, que geralmente faz às Quartas no Caravela's, se juntará à moçada da Rei Joe (rock Clássico) para uma tocada na Terça.

A moçada da Comando Delta, que começará aos Sábado no Novo Pina e às Sextas no Casa da Moeda, fará a Terça-Feira no Casa da Moeda, com bons clássicos do Blues.

E a galera que tiver a cabeça aberta a brincadeiras infames com o Blues e Rock, poderá curtir a hypada festa Matadores de Galinha, com DJ Elcy e Banda Matadores de Galinha, liderada por Rico Bluestamontes, com Babi Jaques nos vocais, Cobaia na guitarra (ex-Bluestamontes,La Porfírio, Má Companhia), Patrícia no Baixo (Banda Estrógeno) e Hélio Medeiros um super batera que começa a entrar neste circuitão. A festa é uma brincadeira promovida pelo Bacurau em parceria com o Bar Burburinho, na qual os músicos vão fazer a festa, misturando Howling Wolf com Genival Lacerda, Depeche Mode com The Doors, Billy Idol com Country Music, Rebolation com Bruce Springsteen, e por aí vai... A idéia é apenas se divertir e deixar a imaginação fluir,e porque não, trazer o Blues e Rock de volta à sua condição de música de curtição, como nos velhos botecos do Mississippi.

Se liga na programação:

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers/ Rei Joe (Rock Clássico)
Local: Caravelas
Dia/Hora: 20 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Comando Delta
Local: Casa da Moeda
Dia/Hora: 20 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: R$3,50

Festa Matadores de Galinha (brincadeiras com Blues e Rock)
Local: Bar Burburinho
Dia/Hora: 20 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua Tomazina
Entrada: R$10,00

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Prontos para nosso encontro?

Como muitos já sabem, a partir do dia 26 de Abril, Segunda-Feira, o Recife Blues promove todas as Segundas, no Bar Casa da Moeda, na Rua da Moeda, o projeto Recife Blues Sessions.

Circulando pelas noites, muita gente tem parado pra perguntar como vai ser essa vibe, então, aqui vão mais explicações...

Intenções do Evento

Cara... Sem forçações de barra, sem pressa, vamos estimular o network natural maior entre a moçada que gosta de tocar, promover ou apenas assistir shows de Blues.

Desde que pedimos permissão ao criador da marca Recife Blues (Breno Lyra) para continuar seu trabalho e compramos os devidos direitos de uso da marca, para divulgar a movimentação entre aficcionados do estilo em Recife, o que temos visto é uma cena muitas vezes dispersa, com focos de movimento que simplesmente fingem que não existem outros focos, e desde o começo, nosso trabalho por aqui tem sido o de reconhecer o trabalho de todos, tentando ser o mais imparcial possível, muitas vezes tendo que ir atrás de suas agendas (que raramente chegam espontaneamente até nós),  mostrando que existe mais Blues rolando na cidade do que se imagina.

Esperamos que este seja um dia na semana de encontro destas pessoas, e vamos ver o que rola a partir daí.

Qualquer um pode tocar? Como vai funcionar?

Qualquer um pode tocar, mas preferencialmente leve seu instrumento com o máximo de equipamento próprio possível, para evitar o típico mal-estar que rola entre músicos enciumados de seus instrumentos - afinal, como são jam sessions de alto giro, fica mesmo complicado alguém deixar 20 neguinhos usarem sua guitarra, por exemplo.

Se você é batera, leve a caixa, baquetas (se você tem mão pesada, leve seus pratos). Se é guitarrista, leve sua guitarra, ou combine antecipadamente com alguém que vá levar. Se quiser levar seu ampli, leve para ajudar a pôr mais de um guitarrista ao mesmo tempo na jam.

Mas fique tranquilo, o clima será de brodagem. Estes conselhos são justamente para evitar situações que vemos acontecer com frequencia em jam sessions.

Não existe chance de você pedir pra tocar e não entrar. Para participar basta colocar seu nome na lista, e esperar sua vez. Não precisa ser amigo de ninguém.

Porém, tenha bom senso, se sentir que não está tocando o suficiente pra se juntar a quem estiver no palco. Se sentir que este é o caso, estude mais, e volte depois, ou meta as caras, e veja o que os outros dizem.

Que instrumentos podem entrar?

Qualquer instrumento que se ajuste ao Blues.

Se você sabe tocar Blues no pandeiro, e fizer bonito, chegue junto.

Vai ter uma banda tocando, é?

Sim, vai ter uma banda, formada por Rico Bluestamontes (vocais), Alexandre Santiago (guitarra e vocais), Fred (guitarra e vocais) e Márcio Menezes (batera).

A banda fará um pocket show de poucas músicas, para aquecer a galera, e servirá de banda de base para a jam session. Desta forma, se você vai tocar guitarra, temos batera e baixista na casa (e assim, subsequentemente).

Se você chegar com a banda completa por lá, também rola. Basta colocar seus nomes na lista, como dito antes.

Sou músico, tenho de pagar couvert também?

Só tú que é músico, né? :D

Esse é um evento com muitos músicos na platéia, e quase todo mundo é amigo de alguém da banda, visto que a banda da casa é formada por gente tarimbada das noites de Blues em Recife.

Se quisermos manter a coisa rolando, músico também vai pagar couvert, mas paga metade, e amigos da banda pagam um adicional amizade ( brincadeirinha infame).

E começa quando mesmo?

Leia o post do começo para descobrir este resposta, ou veja logo abaixo.

Recife Blues Sessions
Local: Bar Casa da Moeda
Dia/Hora: 26 de Abril/20:00hs (e todas as Segundas subsequentes)
Endereço: Rua da Moeda, Recife Antigo
Entrada: R$5,00 (músicos com instrumentos pagam R$2,50)

Discoteca do Blues por Marcelo Demo

Na seção Discoteca do Blues, o Recife Blues anda perguntando aos músicos de Blues de Recife "Que álbum de Blues você indica pra a gente dar uma ouvida?"

Quem responde desta vez é Marcelo Demo, guitarrista veterano da cena do rock independente na cidade, com bandas como a Four Pigs. No Blues, mandou bala nas noites com a Dodge Band, foi um dos membros fundadores da Bluestamontes Blues Band ao lado de Gustavo Albuquerque e Rico Bluestamontes (que se preparam para um show de retorno da formação original), e atualmente tem se mantido firme com o projeto acústico Black Cat Bone, tocando todas as Quartas no Bar Banquete.

Recife Blues: E aí, Marcelo, o que você indica pra a gente ouvir, cara?

Marcelo Demo: Bem… Quem me conhece sabe que minhas origens foram forjadas no Metal… É fato! Já conhecia o blues, mas ouvia muito pouco (geralmente blues mais rapidinhos, nunca slow blues). Mas de 2000 pra cá, o blues se tornou a tônica da minha vida musical. E de lá pra cá, pra poder tocar o ritmo, tive que mudar conceitos e percepções... Acho que nenhum outro disco teve tanto efeito quanto o From the Cradle, de Eric Clapton.

Esse disco é uma verdadeira aula de blues. Tudo o que alguém precisa saber para se tocar blues está ali, colocado de forma sublime por Mr. Slow Hand.  Um disco gravado por alguém que queria origens soando por todos os poros... E conseguiu.

O álbum já começa mostrando a que veio com Blues before sunrise, onde a guitarra de Clapton mostra sutileza apesar do vigor. Cada faixa que segue é como se você estivesse conhecendo todos os "módulos" do “curso” de blues.

As faixas que mais aprecio são How Long Blues (um blues muito f**a, com o mais puro feeling – que me chega a lembrar Crying, gravada também por Clapton, no disco Blues, mas isso, como diria o narrador de Conan, é uma outra história); I’m Tore Down (acho que a versão mais clássica que já ouvi); Third Degree (slow blues “Du bom”); It’s hurt me tôo e não poderia deixar de citar Hoochie Coochie Man, claro.

Enfim: se você não conhece o Blues e está afim de conhecer e aprender todas as suas vertentes, o disco é o From the Cradle.


Eric Clapton - From The Cradle (1984) - Álbum gravado ao vivo em estúdio, com mínimos overdubs, serviu como coroação da veia Blues de Eric Clapton, que até então ainda não havia gravado um álbum inteiramente dedicado à raiz do estilo que o inflenciou por toda a carreira. É apontado por muitos críticos como seu melhor álbum (pelo menos no quesito Blues). Neste álbum Eric Clapton regravou uma série de cássicos inegáveis do Blues, alguns em versões definitivas. Você pode ouvir algumas faixas na Amazon.


Agenda da Semana


Vâmo nessa! A moçada que tá sempre fazendo sua cena, continua botando forte pelos bares de Recife.

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Caravelas
Dia/Hora: 14 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 14 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

Larry McCray e Jefferson Gonçalves
Local: Spirit Music Hall
Dia/Hora: 14 de Abril/21:00hs
Endereço: Rua do Futuro, Espinheiro
Entrada: Não Informado

Comando Delta
Local: Bar Novo Pina
Dia/Hora: 15 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: Não Informado

Midnight Man
Local: Caravelas
Dia/Hora: 16 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Bar Burburinho
Dia/Hora: 16 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua Tomazina 106, Recife Antigo
Entrada: R$7,00

Catherine e Contrabanda
Local: Bar Casa da Moeda
Dia/Hora: 18 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda, Recife Antigo
Entrada: R$3,50

Bruno Cafo e Covidados
Local: Curupira
Dia/Hora: 18 de Abril/16:00hs
Endereço: UFRPE
Entrada: R$3,00

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Caravelas
Dia/Hora: 21 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 21 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

E Agende-se:

terça-feira, 13 de abril de 2010

Museu La Greca abre espaço para Blues e Jazz

Todas as informações no flyer. Bora colar por lá!

Ganhador da Promoção de Ingresso para Larry McCray



Então... É amanhã, dia 14 de Abril, Larry McCray no Spirit. Bora?

Pelo menos um leitor do Recife Blues vai curtir de graça, e ainda levando um amigo liso na aba:

Manuella de Oliveira Mendes Cavalcanti

A Manuella vai receber um email com instruções pra chegar por lá de boa.

Tivemos 20 participantes na promoção, e não publicaremos os comentários em respeito à privacidade de cada um, já que devido às limitações impostas pelo Blogger, temos de pedir que postem seus emails no corpo das mensagens (o Blogger não permite que vejamos os emails inseridos no formulário, enfim).

Bom show para todos, nos vemos por lá.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Ganhe um Par de Ingressos Para Larry McCray no Spirit

Vem aí, Larry McCray acompanhado de Jefferson Gonçalves, Adrian Flores e Uptown Band no Spirit em mais um showzaço de Blues que o produtor Giovanni Papaleo traz para a cidade.

Quer ganhar um par de ingressos pra curtir essa vibe na faixa?

Pra participar é mais simples do que nunca... Deixe seu comentário com nome completo e e email real NO CORPO da mensagem, respondendo à seguinte pergunta:

"Que dia rola o show de Larry McCray no Spirit?"

Se você não sabe, vá lendo os posts abaixo do Recife Blues, pra achar a resposta.

Os comentários não serão publicados, para resguardar os emails dos participantes.

O nome do ganhador sairá por sorteio eletrônico, e publicaremos o resultado até 1 dia antes do show.

Não participe se você não tiver certeza absoluta de que poderá cmparecer ao evento.

Agenda da Semana



Depois de mais um feriadão massa, a moçada volta com as agendas em seus devidos horários normais.

Se liga aí...

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Caravelas
Dia/Hora: 07 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 07 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

Comando Delta
Local: Bar Novo Pina
Dia/Hora: 08 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: Não Informado

Midnight Man
Local: Caravelas
Dia/Hora: 09 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Bar Burburinho
Dia/Hora: 09 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua Tomazina 106, Recife Antigo
Entrada: R$7,00

Catherine e Contrabanda
Local: Bar Casa da Moeda
Dia/Hora: 11 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda, Recife Antigo
Entrada: R$3,50

Bruno Cafo e Covidados
Local: Curupira
Dia/Hora: 11 de Abril/16:00hs
Endereço: UFRPE
Entrada: R$3,00

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Caravelas
Dia/Hora: 14 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 14 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

Larry McCray e Jefferson Gonçalves
Local: Spirit Music Hall
Dia/Hora: 14 de Abril/21:00hs
Endereço: Rua do Futuro, Espinheiro
Entrada: Não Informado

sábado, 3 de abril de 2010

Série - Observatório do Blues - Capítulo 7



Nesta série Observatório do Blues, vamos expôr alguns dos maiores nomes do Blues e algumas curiosidades e expressões da cultura que envolve este estilo musical, em pinceladas rápidas e não necessariamente cronológicas.

Para ver os outros da série e ir acompanhando, basta clicar na tag (marcador) Observatório do Blues, ao final deste post.

Keb' Mo'


 Nos anos 90 (entrando pelos 2000) o mundo da música, e porque não dizer o mundo em geral, passa a ser dominado por conceitos de estética visual, por influência do estouro do mercado da moda e das top models que atraíram toda atenção que podia existir em certo momento.

De repente, parecia que todos estavam interessados em ver boas fotos, revistas bem editoradas, programas de TV com linguagem inovadora, e isto, fatalmente, chegava à música, com uma geração de astros pop mais baseados em atitudes estéticas do que musicais - entendam-se Madonna, George Michael, Deee Lite.

O contraponto de toda esta busca estética, ou se pode dizer, uma consequência natural, era o crescimento dos mercados fonográficos inependente e Gospel americano, que na voz de grupos como Take 6, começava a atingir as rádios "normais", apresentando músicos e músicas que cantavam sua mensagem gospel de forma bastante discreta, invadindo o espaço que antes era dedicado apenas a astros "pagãos".

Neste cenário de mudanças de valores, em meados dos anos 90, um bluesman de voz limpa e imagem impecável, de características bastante ligadas à cena Gospel, começa v a se destacar no mercado do Blues, sendo facilmente incorporado pelos mais exigentes fãs da estética e da música americana.

Keb' Mo' é o apelido do músico californiano Kevin Moore, uma prova vida de que o estilo do Blues continua vivo e evoluindo, e não apenas sobrevivendo de imitadores das sonoridades clássicas, mas se misturando e se incorporando a novas linguagens sonoras e estéticas.

Moore chega fazendo um Blues que cita e faz homenagens claras ao estilo clássico, mas não pensa duas vezes antes de inserir novos elementos, timbres modernos, produção atual e higienizada.

Foi assim que recebeu os prêmios Grammy de melhor álbum Blues Contemporâneo em 3 de seus últimos álbuns, desde meados da década de 90.

Keb' Mo' começou tocando steel drums e baixo acústico em bandas de calypso, mas logo passou a buscar seus caminhos pelo Blues, Gospel e Country, estilos que aparecem predominantemente em seu som atual.

Aos 21 anos, no começo dos anos 80, o moleque já tocava ao lado do ex-guitarrista da Jefferson Airplane, Papa John Creach, com quem gravou 4 álbuns.

Em seguida, tornou-se compositor contratado da A&M, e por volta de 1980 lançou seu primeiro single, o ainda tímido Rainmaker, que o levou a fazer suas jams com Albert Collins e Big Joe Turner.

Nos anos 2000 participou da cultuada série The Blues, por Martin Scorsese.

Keb' Mo' é bastante popular na cena americana, e consegue vários crossovers, emplacando seus hits em rádios não especializadas em Blues e MTV.

O blueseiro é fã de Robert Johnson e brinca com o estilo de se vestir de seu ídolo, o que ajuda a vincular seu som com as raízes do Blues Tradicional, e também o torna uma espécie de poser do estilo - o que acaba sendo uma coisa interessante, servindo de influência da estética do Blues do Mississippi em nossa cultura pop atual.

Sua música, contudo, tirando os momentos em que faz covers dos clássicos, em nada lembra os velhos roots. Keb' Mo' utiliza slides e dobros em canções pop, e faz um trabalho muito mais de atmosferas do que de virtuosismo como instrumentista.

O resultado é muito bom e surpreendente, mas certamente não tem como público alvo outros músicos, mas o público em geral. Isso, certamente, é o maior legado de Keb' Mo' em nossos tempos.

Assim como fez Robert Cray nos anos 80 e BB King pouco antes, Keb' Mo' é o elo de ligação entre os "guetos musicais" e as FMs, promovendo o interesse pelo Blues entre a moçada que não saberia encontrá-lo de outra forma, e mantendo, portanto, a vibe blueseira mais viva do que nunca.

Dá uma sacada no seu site oficial em  http://www.kebmo.com/

Vale a pena ser ouvido.